4.9.10

Última chamada

Agora estou no quente seco da sala. Lá fora, um sol de Sierra Madre vai desvirtuando tudo. É tarde quase madrilenha, mas quero crer que nuvens galopantes surgirão do nada para refrescar esse braseiro sem basta, sem chega, desapiedado.

Dia que segue alto, delirante, febril mesmo e as cores e formas bailando sinuosas na evaporação dos humores da terra. Isso é o que sobra. ...E deixa estar, que vou 'gonzear' mais um pouco pela rede, antes de abandonar as virtualidades e correr pro feriado que já está na área, chamando pro ócio, pro talento nacional, pra exercitar a brasilidade.

Carnavalizem-se vocês também! Até os dias de branco.

3 comentários:

Rafael disse...

Última pra sempre?

Anônimo disse...

Made my day once again, great post..two thumbs up!:)

Silvia Fittipaldi (Banhi) disse...

Martin, absurdo é você parar.

Minha foto
SAO, SP, Brazil
...just someone playing hard.